A PSP deteve quinta-feira na margem sul do Tejo três homens, entre os 42 e os 43 anos, suspeitos de crimes de tráfico de armas de fogo, tendo apreendido duas carteiras profissionais da PSP e várias armas.

Em comunicado divulgado este domingo, o Comando Metropolitano da PSP de Lisboa adianta que a detenção surgiu no decurso de uma investigação de três meses e da recolha de indícios da venda de armas de vários tipos, nomeadamente de fogo, brancas, elétricas e aerossóis.

No decorrer de buscas domiciliárias e a estabelecimentos, a polícia apreendeu um lança roquetes, quatro armas de fogo, nomeadamente uma carabina calibre.22, uma espingarda de calibre 9 mm, um revólver de calibre.22 e uma pistola calibre 22.

A polícia apreendeu ainda armas de ar comprimido, munições, um instrumento tipo bastão, utilizado como arma de agressão, armas brancas tipo catana e faca de mato, uma mira telescópica, duas carteiras profissionais da PSP, uma das quais com crachá, e 740 euros.