Portugal tem cerca de 1,5 milhões de armas de fogo legais, tendo sido emitidas perto de cinco mil novas licenças em 2015, revelam dados do Departamento de Armas e Explosivos (DAE) da PSP.

O porta-voz da PSP, intendente Hugo Palma, disse à agência Lusa que a maioria das cerca de 1,5 milhões de armas legalizadas em Portugal diz respeito a armas de caça.

Também a maior parte das 4.792 novas autorizações de aquisição de armas de fogo emitidas em 2015 está relacionada com armas de caça, adiantou.

Os dados estatísticos sobre a movimentação de armas de fogo de 2015, disponíveis na página da internet da Polícia de Segurança Pública, mostram que apenas 515 das 4.792 novas licenças foram atribuídas pela primeira vez, sendo as restantes autorizações dadas a pessoas que já possuíam armas.

Segundo os dados do DAE da PSP, foram vendidas e compradas em Portugal 45.530 armas de fogo em 2015.

Nestes casos, sejam em lojas ou particulares, é necessário mudar a titularidade do proprietário da arma, pelo que é necessário o seu registo na PSP.

As estatísticas indicam ainda que foram dadas 52.583 autorizações para exportação de armas de fogo, enquanto para importação foram efetuadas 4.481 autorizações.

O Departamento de Armas e Explosivos da PSP tem como missão licenciar, controlar e fiscalizar o fabrico, armazenamento, comercialização, uso e transporte de armas, munições e substâncias explosivas que não pertençam ou se destinem às Forças Armadas e forças e serviços de segurança.