O número de dias de ausência ao trabalho na Polícia de Segurança Pública por cumprimento de penas disciplinares aumentou 60 vezes, entre 2010 e 2012, segundo o balanço social do ano passado desta força de segurança.

O documento indica que os polícias, em 2010, faltaram ao serviço 30 dias, no total, por estarem a cumprir penas disciplinares, número que aumenta para 1.264, em 2011, e para 1.795, em 2012.

«No que concerne às ausências por motivos injustificados, cumprimento de pena disciplinar, com perda de vencimento e por conta do período de férias, registam uma tendência de aumento no número de dias», lê-se no balanço social da PSP de 2012.

O mesmo documento refere também que, em 2012, foram instaurados 1.693 processos disciplinares a polícias, a que se juntaram os 3.766 que transitaram de 2011 para 2012, totalizando um total de 5.459.

Segundo a PSP, 3.318 processos disciplinares transitaram para este ano.

No total, foram decididos 2.141 processos disciplinares no ano passado, dos quais 1.682 (78 por cento) foram arquivados.

No âmbito dos processos disciplinares decididos em 2012, 207 polícias foram multados, 107 foram alvo de repressões escritas, 61 foram suspensos e 17 demitidos, adianta o documento da Polícia de Segurança Pública.