A detenção dos quatro indivíduos ocorreu na terça-feira, nas zonas de Quarteira e Vilamoura. A PSP anunciou também ter apreendido diverso material, incluindo alarmes e sistemas de videovigilância.

Dois vigilantes foram detidos, tal como o gerente da empresa suspeita de exercício ilícito de segurança privada e um cliente. 

A empresa em causa, sem alvará, realizava, no sul do país, acompanhamento e proteção pessoal, vigilância de bens móveis e imóveis, rondas de prevenção e segurança em diferentes locais, nomeadamente na rua, precisa a Direção-Nacional da PSP em comunicado.

A PSP apreendeu também duas viaturas ligeiras de mercadorias e vários documentos alusivos à prestação de serviço de segurança privada.

A ação de fiscalização envolveu as equipas de inspeção do Departamento de Segurança Privada da Direção-Nacional da PSP, do Núcleo de Segurança Privada do Comando Distrital de Faro da PSP e do Destacamento Territorial de Loulé da GNR.