Um homem de 44 anos foi detido pela PSP de Setúbal, que inicialmente o confundiu com um assaltante a tentar arrombar uma casa, mas acabou por perceber tratar-se de um provável traficante de droga.

Em comunicado, a PSP de Setúbal afirma que o detido era, afinal, o proprietário da residência. E estava, na passada sexta-feira, juntamente com outros homens, apenas a mudar a fechadura da porta.

De acordo com a PSP, durante a conversa, os polícias verificaram que se tratava do proprietário da residência, mas que estava com uma postura estranha: muito nervoso e com uma atitude bastante irrequieta. Daí terem questionado o suspeito se existia alguém ou algo ilícito no interior do imóvel.

O comunicado da PSP refere que o suspeito respondeu de forma afirmativa e entregou de imediato um saco de plástico com 60 doses de heroína e 1.280 doses de cocaína.

Após várias diligências, a PSP verificou que o homem era também proprietário de outra residência no mesmo prédio, onde foi efetuada uma operação de busca que culminou com a apreensão de, entre outros artigos, uma pistola, quatro telemóveis, uma máquina fotográfica digital, três relógios, um crucifixo em ouro no valor aproximado de 6.000 euros, 5.970 euros em dinheiro, bem como calçado e roupas de diversas marcas.

O arguido não conseguiu justificar a posse do material apreendido, pelo que existe a suspeita de que os artigos apreendidos tenham sido recetados.

O detido já foi presente a 1º interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.