Um homem de 27 anos foi detido em Faro, na terça-feira, por suspeita de crimes de furtos e roubos contra turistas, idosos e crianças nas últimas semanas na cidade, informou, esta quarta-feira, a PSP.

A detenção foi efetuada na sequência de uma «mandado de detenção» emitido pelas autoridades judiciárias, depois de ter sido «fortemente indiciado» pela prática de mais de uma dezena de crimes contra pessoas e património durante as últimas semanas na cidade de Faro, informou a PSP em comunicado.

«O detido abordava as pessoas na via pública, especialmente turistas, crianças e idosos, e solicitava-lhes moedas» e, no caso de recusa ou resistência, «não hesitava em ameaçar ou agredir essas mesmas vítimas», acrescentou a polícia.

O detido revelava uma «forte tendência para o furto no interior de estabelecimentos comerciais», apropriando-se de vários produtos, designadamente «bebidas espirituosas» e «artigos de higiene pessoal», abandonado depois o local sem pagar, agredindo ou ameaçando os funcionários das lojas que o interpelavam.

O homem foi presente à autoridade judicial na terça-feira e foi-lhe aplicada prisão preventiva.

A PSP deteve também nos últimos dias na cidade de Faro um rapaz de 21 anos, que se dedicava à prática de furtos, tendo-lhe sido apreendido um computador portátil que tinha furtado do interior de uma igreja e, ainda, uma pulseira em ouro furtada de uma ourivesaria, enquanto os funcionários da loja lhe exibiam o mostruário.