A PSP do Porto anunciou hoje que desde o início do ano registou 2.219 infrações por condução em excesso de velocidade, 107 das quais detetadas na quinta-feira, entre as 13:00 e as 19:00.

De acordo com o Comando Metropolitano da PSP do Porto, o uso do telemóvel foi a infração mais vezes cometida pelos condutores: desde janeiro, a PSP assinalou 400 casos.

Em comunicado, a PSP revela ainda que 271 automobilistas desrespeitaram o sinal vermelho do semáforo desde o início de 2014.

Na operação realizada na quinta-feira «nos principais eixos rodoviários da cidade do Porto», a PSP passou 239 multas por infrações ao Código da Estrada e demais legislação rodoviária.

Das 3.223 viaturas que foram controladas por radar, 107 «encontravam-se a circular em excesso de velocidade», pelo que foram alvo de contraordenação «por condução em excesso de velocidade».

A PSP detetou ainda «59 infrações por desrespeito da sinalização luminosa - sinal vermelho» e 32 por «utilização do telemóvel».

Durante a ação policial, foram apreendidas «duas viaturas e 60 documentos» de veículos.

A PSP identificou «261 condutores e respetivas viaturas» e todos os que circulavam ao volante «foram submetidos ao teste de álcool no sangue».

Aquela força policial anunciou ainda três detenções por tráfico de droga e a apreensão de 111 doses individuais de haxixe, cocaína e heroína.

Em Matosinhos, na rua Vilar do Senhor, a PSP deteve, às 10:00 de quinta-feira, um desempregado de 21 anos, residente na Maia, apreendendo-lhe haxixe suficiente para cerca de 36 doses.

Pelas 15:40, na rua Santa Marta de Penaguião, no Porto, foi detido um homem de 48 anos, desempregado e residente na Maia na posse de Heroína e Cocaína suficientes para cerca de 26 e 09 doses individuais respetivamente.

No Campo Mártires da Pátria, também no Porto, a PSP deteve, às 23:25, um homem de 20 anos residente em Chaves, com haxixe suficiente «para cerca de 40 doses».