A PSP anunciou hoje o desmantelamento de um grupo que é suspeito de traficar droga destinada a Lisboa, Faro e Santarém, com a detenção de seis homens, um dos quais empresário agrícola, que cultivava canábis numa exploração em Almeirim.

De acordo com o intendente da PSP Resende Silva, foram apreendidos 147 pés de plantas de canábis numa estufa com lâmpadas e aquecedores nesta propriedade agrícola, cultivadas «com outro tipo de produções agrícolas, mas lícitas».

A PSP apreendeu ainda mais de dez quilogramas de haxixe, cinco quilogramas de liamba e 55 gramas de cocaína.

«Havia alguma diversificação dos produtos vendidos. Por um lado, o haxixe que não era produzido por eles próprios e que, portanto, seria adquirido a terceiros e, por outro, a produção de liamba e das plantas de canábis, essas sim de moto próprio», explicou, acrescentando que a liamba e a canábis representam «um setor de mercado diferenciado do do haxixe», sendo a produção feita pelos detidos.

Pelo menos um dos suspeitos - com idades entre os 23 e os 41 anos - tinha «atividade empresarial de agricultor», outro era eletricista e outros tinham profissões no âmbito da construção civil, «mas que não estavam a exercer» neste momento, adiantou Resende da Silva.

De acordo com o responsável, as zonas de tráfico desta rede eram «Lisboa e, com especial incidência, em Santarém e em Faro».

A investigação durava há seis meses e vários dos detidos estavam já conotados com o tráfico de droga, «tendo, inclusive, registo criminal por situações similares anteriores», salientou.

Durante a operação, a PSP apreendeu ainda uma arma de alarme, outra arma de fogo, dez telemóveis, munições de diversos calibres, uma soqueira, gás aerossol e dois bastões extensíveis.

A polícia confiscou, também, 32.000 euros em numerário, diversos artigos em ouro e 26.000 euros em notas falsas.

Resende da Silva revelou, também, que foi detido hoje pela PSP um casal durante uma tentativa de assalto a uma ourivesaria na Rua Lucinda do Carmo, em Lisboa, com recurso a uma arma de fogo.

O homem, de 37 anos, já estava referenciado por tentativa de roubo a uma ourivesaria que ocorreu na passada terça-feira, na Praça de Londres, em Lisboa.