A PSP de Almada deteve um homem, de 57 anos, por posse de armas em situação ilegal, tendo o detido estado algumas horas fechado no interior da habitação.

"A PSP foi alertada de que da residência provinha bastante ruído. No local, os elementos policiais entraram em contacto com o suspeito e, ao ser-lhe solicitada a identificação, [o homem] alegou que tinha o documento no interior da residência e sob este pretexto entrou na residência e fechou-se no seu interior", refere a PSP em comunicado.

Já no interior da casa, a PSP explica que o homem se recusou a fornecer a sua identificação e que foi audível a corrediça de uma arma a ser puxada várias vezes.

"Os elementos policiais afastaram-se da porta e deslocaram-se para a via pública, para conseguirem analisar o exterior do apartamento. Quando chegaram ao exterior foram abordados por uma automobilista, que ia a passar no local e, ao ouvir disparos de arma de fogo, assustou-se e embateu com o seu veículo noutro ali estacionado", acrescenta o mesmo comunicado citado pela Lusa.

A PSP montou um perímetro de segurança e avistou o suspeito na varanda com um objeto na mão, que aparentava ser uma arma de fogo.

"Após cerca de duas horas e de várias tentativas o suspeito acedeu falar com a PSP, tendo descido até à via pública. Depois de confrontado com os factos, autorizou uma busca ao interior da sua residência", salienta.

Dentro da residência foi apreendido um bastão extensível, oito tapa chamas de metralhadora G3, uma embalagem de gás pimenta, dez armas branca, entre as quais uma catana, um machado e uma espingarda, e uma pistola de ar comprimido, uma pistola de alarme, uma réplica de arma de fogo, várias munições de salva e três caixas de chumbo.

O homem acabou por ser detito no local pela PSP.