Feliciano Barreiras Duarte vai ter de voltar a frequentar as aulas de doutoramento na Universidade Autónoma de Lisboa (UAL), apurou a TVI junto de fonte da instituição.

O ex-vice-presidente do PSD tinha sido dispensado da parte letiva devido ao seu currículo, nomeadamente por ter sido visiting scholar (professor visitante) na prestigiada Universidade de Berkeley, nos Estados Unidos, referência que o próprio acabou por retirar.  

A Comissão Científica de Direito da UAL, que se reuniu na segunda-feira, reavaliou o currículo de Feliciano Barreiras Duarte e concluiu que o facto deste não corresponder à verdade só deixa caminho para uma de duas opções: ou regressa às aulas ou abandona o doutoramento.

A decisão está, contudo, nas mãos do Conselho Científico da universidade, que será tomada no início de maio. 

Feliciano Barreiras Duarte demitiu-se do cargo de secretário-geral do PSD, a 18 de março, um mês após ter sido eleito no congresso de fevereiro e depois das polémicas de que foi alvo, primeiro em torno do seu currículo académico e depois por causa da morada que indicou ao Parlamento.