A Polícia Judiciária (PJ) identificou e deteve esta quarta-feira os quatros suspeitos de um assalto violento ao veículo do presidente da Federação Distrital do PS de Coimbra, disse à agência Lusa fonte oficial daquela força de investigação criminal.

Os quatros homens pertencem a um grupo organizado que rouba viaturas, nomeadamente de alta cilindrada, para depois as desmantelar e conseguir lucro na venda das peças.

Pedro Coimbra, presidente da distrital socialista de Coimbra, foi assaltado na noite de 23 de abril, quando regressava a casa na cidade de Coimbra, na zona da Solum.

O dirigente político, também presidente da Assembleia Municipal de Penacova, distrito de Coimbra, foi nessa noite obrigado a sair da viatura por um «indivíduo armado e encapuzado», confirmou na altura a PJ.

Fez então queixa na Polícia de Segurança Pública, que reencaminhou a denúncia para a PJ, que hoje concluiu a investigação.

Além do veículo, Pedro Coimbra, que estava nessa noite acompanhado por um amigo, foi ainda despojado de vários pertences que se encontravam dentro da viatura.

O semanário Sol, na sua edição de 19 de maio, revelava que dentro da viatura «estariam cerca de seis mil euros» de receitas das comemorações dos 40 anos do PS, que se tinham realizado em Coimbra.