As provas finais do 1.º e do 2.º ciclo arrancaram esta segunda-feira, sendo que contam 30% para a avaliação final da disciplina. Matemática e Português são as duas disciplinas que são alvo de exame no dois primeiros ciclos do ensino básico.

Hoje foi a vez dos alunos do quarto ano testarem os seus conhecimentos a Português e na terça-feira, serão os alunos do 6.º ano a realizar exame a esta mesma disciplina. Os exames prolongam-se até quinta-feira, realizando-se sempre no mesmo horário: às 9:30.

Toda a informação sobre as provas finais pode ser consultada no site do Instituto de Avaliação Educativa (IAVE).

Além desta primeira fase, haverá uma segunda que acontece em julho. Mas nem todos podem fazer exame mais tarde.


Quem pode realizar os exames na segunda fase?

Todos os alunos que não conseguiram aprovação e todos os que, apesar de terem conseguido a aprovação do ciclo, obtiveram uma nota inferior a 3 a Matemática ou Português. 

A segunda fase não pode, no entanto, ser usada para melhorar uma determinada classificação.

 

Confira o calendário completo

Antes do exame

Estudar as matérias leccionadas antecipadamente é essencial para obter uma boa nota. Os especialistas aconselham ainda a realização de provas finais de ciclo dos anos anteriores, considerando que esta é uma boa forma de os alunos monitorizarem os seus conhecimentos. As provas dos anos anteriores podem ser consultadas no arquivo do IAVE.





O exame: regras e recomendações 

Os alunos têm de levar um documento de identificação, como o cartão de cidadão, para a realização da prova e só podem usar caneta de tinta azul ou preta.

Devem ler de forma cuidada o enunciado antes de responderem, de forma clara e objetiva. Atenção à escrita: a caligrafia tem de ser legível e as normas de ortografia em vigor devem ser respeitadas.

No final, os especialistas recomendam a revisão do exame para se ter a certeza que não se deixou nada por responder e que as respostas estão claramente identificadas.



 

Depois do exame


O IAVE disponibiliza o enunciado das provas e os respetivos critérios de classificação até 24 horas depois do exame.

Esclarecimentos de caráter técnico ou científico têm de ser solicitados aos professores e às escolas. Só para outro tipo de esclarecimentos é que pode pedir informações ao IAVE, enviando um email para o respetivo endereço eletrónico.
 

Leia também: Tudo aquilo que precisa de saber sobre os exames nacionais