Em causa, segundo o responsável, está a duração da animação com que estão confrontados, este ano, cerca de 30 empresários do setor durante as festas de Ponte de Lima, que decorrem entre 10 e 15 deste mês