Trabalhadores e reformados da CP, da EMEF e da Refer cortaram hoje à tarde a circulação da linha ferroviária do Norte no Entroncamento, num protesto contra o Orçamento do Estado e os cortes salariais, disse fonte sindical à agência Lusa.

Fonte da CP ¿ Comboios de Portugal confirmou a presença de pessoas na linha a impedir a circulação dos comboios a partir das 15:00, situação que a empresa conseguiu resolver meia hora depois.

João Azevedo, do Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Setor Ferroviário, disse à agência Lusa que a decisão de cortar a linha foi tomada durante um plenário dos trabalhadores realizada durante a manhã, no âmbito de uma ação que decorre hoje a nível nacional.

A presença dos trabalhadores na linha reteve na estação do Entroncamento um comboio Alfa Pendular que seguia no sentido Lisboa/Porto e um Intercidades que circulava em sentido contrário, disse.

João Azevedo disse à Lusa que a concentração mobilizou algumas centenas de trabalhadores e reformados das três empresas do Entroncamento.