A Autoridade Nacional de Proteção Civil contabilizou hoje cerca de 600 ocorrências devido ao vento forte, a maioria relacionadas com a queda de árvores, concentradas sobretudo nos distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro e Viseu.

As 600 ocorrências registaram-se entre as 08:00 de hoje e cerca das 13:00, disse à Lusa fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Na esmagadora maioria dos casos trata-se de quedas de árvores, embora também existam casos de queda de estruturas, como placards publicitários.

A Proteção Civil registou também «inundações urbanas relacionadas com lençóis de água, que se resolve normalmente com o desentupimento de sarjetas», acrescentou a mesma fonte.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) emitiu um alerta amarelo para todos os distritos do continente entre as 08:00 de hoje e as 20:00 do dia de Natal devido à previsão de mau tempo.

A queda de árvores sobre habitações devido ao forte vento desalojou nove pessoas no distrito do Porto sem qualquer registo de feridos, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) do Porto.

Na rua da Estrada Velha, na união de freguesias de São Mamede de Infesta e Senhora da Hora, a queda de um eucalipto provocou estragos em duas habitações térreas, desalojando cinco pessoas.

O incidente ocorreu cerca das 07:40 e acorreram ao local os Bombeiros de São Mamede e o Serviço de Proteção Civil de Matosinhos, que vai tentar alojar três habitantes de uma das habitações, enquanto os outros dois moradores vão ficar alojados com familiares.

Cerca das 07:20, na união de freguesia de Foz do Sousa e Covelo, em Gondomar, uma outra habitação foi atingida também por um eucalipto.

Na moradia habitava uma família de quatro pessoas, que recebeu o apoio da GNR, Bombeiros Voluntários de Valbom e Serviço de Proteção Civil de Gondomar.

Em nenhum destes dois casos se registaram danos pessoais.

Também um painel de sinalização tombou na Via Norte, entre Porto e Maia, devido ao forte vento que se faz sentir na região, atingindo um carro e obrigando ao corte de trânsito naquela via, informou uma fonte da PSP.