A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira a detenção de sete pessoas, em Vila Nova de Gaia, suspeitas dos crimes de sequestro e roubo de clientes de prostitutas de rua, em áreas públicas de Santa Maria da Feira e Ovar.

Em comunicado enviado às redações, esta força policial referiu que o grupo, composto por quatro homens e três mulheres, aliciava homens para a prática de atos sexuais, em zonas florestais, acabando por sequestra-los e rouba-los.

«As vítimas, todas do sexo masculino, acabavam surpreendidas por indivíduos encapuzados, que as manietavam e, regra geral, forçavam a entrar em viaturas automóveis onde eram, seguidamente, roubadas e agredidas fisicamente, muitas das vezes com vista à revelação dos códigos ou senhas de cartões de débito e/ou crédito bancários», acrescentou.

Na posse dos cartões, os suspeitos faziam levantamentos em caixas ATM e compravam eletrodomésticos e material desportivo e informático, avançou a PJ.

A operação policial foi, segundo a polícia, de «largo alcance», mobilizando mais de meia centena de funcionários de investigação criminal e a realização de mais de uma dezena de buscas.

Além das detenções, a PJ apreendeu uma arma caçadeira, vários gorros e objetos comprados com recurso aos cartões bancários roubados.

Os detidos, com idades compreendidas entre os 16 e 47 anos, desempregados, têm já antecedentes criminais pela prática dos crimes de sequestro, roubo, furto e lenocínio.