A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção de um homem, de 55 anos, suspeito de liderar uma organização criminosa internacional a partir do Algarve que promovia a prostituição de mulheres em várias capitais europeias.

Em comunicado, a PJ adiantou que o homem, de 55 anos, era procurado pela justiça francesa pela prática internacional dos crimes de lenocínio, branqueamento de capitais e associação criminosa.

Durante a detenção, a diretoria do Sul da PJ apreendeu ao arguido 8.500 euros, 11.000 libras inglesas, um automóvel de gama alta, três computadores, quatro telemóveis e diversos artigos de ourivesaria.

Ainda na sequência da operação, foram apreendidas contas bancárias com depósitos no valor de 200.000 euros, acrescentou a PJ.

O detido vai ser presente ao Tribunal da Relação de Évora para aplicação de eventuais medidas de coação ou entrega às autoridades judiciais francesas.