Notícia atualizada às 22:41

Sessenta e cinco reclusos do Estabelecimento Prisional de Coimbra apresentaram este sábado um quadro clínico de vómitos e diarreias, possivelmente devido a uma intoxicação alimentar.

Foi ativada a assistência médica no local e dois homens foram transportados para os Hospitais da Universidade de Coimbra.

Os dois reclusos transportados para os HUC deverão ficar internados durante a noite nesta unidade de saúde por precaução, disse à Lusa fonte dos sapadores de Coimbra.

Nesta prisão de cerca de 500 reclusos, uma situação idêntica registou-se há cerca de «mês e meio» quando mais de 30 pessoas também apresentaram vómitos e diarreias, tendo nessa altura o diagnóstico médico sido uma «virose».

Na altura, «foram feitas análises à comida, que foram negativas e os médicos atribuíram os sintomas a uma virose», recordou fonte do ministério da Justiça à Lusa.