O Ministério Público de Macau informou esta sexta-feira que um português residente no território foi detido por suspeita de pedofilia e ficou em prisão preventiva depois de ouvido pelo juiz.

O homem, detido na quinta-feira, é suspeito de abuso sexual dos filhos menores, segundo um comunicado do Ministério Público.

A mesma nota acrescenta que o juiz de instrução criminal optou pela prisão preventiva dada “a gravidade do caso” e seguindo a “a sugestão” do procurador titular do processo.

O processo foi devolvido ao Ministério Público para mais investigação criminal”, lê-se ainda no texto, que não dá mais pormenores.

Segundo a imprensa de Macau, que avançou a notícia da detenção, o homem, que não vivia com a mãe dos filhos, a sua ex-mulher, tem cerca de 40 anos e negou os crimes quando foi detido pela Polícia Judiciária.