A PSP informou, nesta segunda-feira, que registou 2.326 acidentes nas estradas nacionais, dos quais resultaram seis mortos, no período de 14 a 27 de dezembro, durante o qual decorreu a operação “Polícia Sempre Presente – Festas Seguras 2015”.

Em consequência dos mais de dois mil acidentes registados pela PSP “na sua área de responsabilidade”, houve ainda “36 feridos graves e 621 feridos leves”.

“No período em referência, a PSP apreendeu mais de 140 armas (entre as quais três de fogo e 46 armas brancas), o que representa um aumento de cerca de 97% em relação a igual período de 2014. Foram ainda apreendidas 72 viaturas e mais de 3.000 doses de diferentes tipos de droga, no valor aproximado de 9.600 euros”, consta no comunicado da Polícia.

A PSP diz ainda que, no âmbito do programa de vigilância, não se registou qualquer assalto nas mais de 150 casas envolvidas.

A força de segurança pública dá também relevo à diminuição do número de detenções nas estradas. “A PSP registou perto de 450 detenções, entre as quais se destacam 174 por condução sob influência de álcool (menos cerca de 68,3% relativamente a 2014), 87 no cumprimento de mandados de detenção (menos cerca de 20,7%), 39 por condução sem habilitação legal (menos 146%), 23 por furto (menos 69,5%) e 15 por roubo (mais 33% que em igual período de 2014)”.

A operação da PSP promoveu a fiscalização de 32.100 viaturas, das quais resultaram 2.800 infrações por excesso de velocidade – 294 muito graves, 2.156 graves e 356 leves.

“Foram ainda detetadas mais de 1.740 infrações por condução com taxa de álcool no sangue superior à permitida por lei e mais de 4.700 por outros motivos, entre os quais se destaca o estacionamento indevido (mais de 1.880 infrações), uso indevido de telemóvel durante a condução (305), falta de inspeção obrigatória (mais de 220) e falta de seguro (mais de 60 infrações detetadas)”, explicita o comunicado.

A operação da PSP, que vai decorrer até 3 de janeiro, contou até agora com cerca de 7.900 efetivos e mais de 2.300 viaturas. Realizaram-se mais de 660 operações de fiscalização de trânsito, quase 160 fiscalizações a estabelecimentos de dança e mais de 50 a recintos desportivos, acrescentou a força policial.