A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, esta quinta-feira, a detenção de dois homens pela presumível autoria de, «pelo menos, um crime de roubo agravado de viatura automóvel, pelo método de carjacking, e outro de roubo agravado em agência bancária». Os crimes, de acordo com comunicado da PJ terão sido perpetrados esta quarta-feira, entre as 11:00 e as 11:15, na Maia.

Ainda de acordo com comunicado emitido pela Judiciária, os detidos, atuaram de «rosto parcialmente coberto» e com recurso a arma de fogo. Terão abordado a vítima do carjacking imediatamente após esta ter estacionado a viatura. «Já na posse desta, ter-se-ão dirigido prontamente à agência bancária, onde consumaram o segundo crime», acrescenta ainda a PJ.

Além das detenções, a PJ conseguiu ainda recuperar a viatura roubada e a quase totalidade do dinheiro levado do banco. A polícia apreendeu também vários objetos e roupas relacionados com a prática dos crimes.

Os detidos, com as idades de 45 e 42 anos, são dois reclusos do Estabelecimento Prisional de Paços de Ferreira que estavam em saída precária. Cumprem penas de prisão efetiva pela prática de vários crimes de roubo à mão armada, essencialmente em agências bancárias e em postos dos CTT.

Ambos vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.