prisão domiciliária como medida de coação