O português David Machado, com a sua obra «Índice Médio de Felicidade», é um dos 12 vencedores do Prémio de Literatura da União Europeia (UE) de 2015, para escritores em início de carreira, foi esta terça-feira anunciado em Londres.

Os nomes e nacionalidades dos 12 premiados foram anunciados na Feira do Livro de Londres, tendo David Machado sido selecionado pelo romance «Índice Médio de Felicidade», editado pela D. Quixote em 2013, que conta a história de Daniel, cujos planos para o futuro se veem abalados pela crise e o desemprego.

Cada premiado recebe um montante de cinco mil euros.

David Machado, nascido em Lisboa em 1978, é licenciado em Economia pelo ISEG, mas dedica-se à escrita de ficção e literatura infantil.

Em 2005 foi galardoado com o prémio Branquinho da Fonseca pela obra para crianças «A Noite dos Animais Inventados».

Já em 2010 recebeu o prémio da Sociedade Portuguesa de Autores/RTP na categoria de literatura infantil e juvenil com a obra «O Tubarão na Banheira».

As editoras dos autores premiados pela UE são encorajadas a concorrer a fundos europeus para a tradução das obras.

Bruxelas distinguiu, para além de David Machado, os autores Carolina Schutti (Áustria), Luka Bekavac (Croácia), Gaëlle Josse (França), Edina Szvoren (Hungria), Donal Ryan (Irlanda), Lorenzo Amurri (Itália), Undinė Radzeviciutė (Lituâniaa), Ida Hegazi Hoyer (Noruega), Magdalena Parys (Polónia), David Machado (Portugal) Svetlana Žuchová (Eslováquia) e Sara Stridsberg (Suécia).