Um pescador lúdico morreu e outros dois ficaram feridos depois de terem sido arrastados por uma onda, esta sexta-feira à tarde numa praia em Aljezur, disse à Lusa o comandante da capitania do porto de Lagos.

Segundo Luís Conceição Duarte, um dos pescadores foi resgatado por uma testemunha que estava próxima do local e que conseguiu levá-lo para terra, mas o homem, de cerca de 40 anos, estava em paragem cardiorrespiratória e acabou por morrer no local, apesar das tentativas de reanimação.

Os outros dois pescadores ficaram presos numa rocha, na zona da praia da Arrifana, e tiveram que ser resgatados com a ajuda de um helicóptero da Força Aérea Portuguesa, tendo sido transportados para o hospital de Faro.

Segundo Luís Conceição Duarte, a operação de resgate "não foi fácil" e teve que ser com um meio aéreo, já que "o acesso por terra ou por mar era impossível".

Os dois feridos, que, segundo a mesma fonte, "aparentemente são ligeiros", estavam a pescar com o homem que acabou por morrer em rochas de baixa altitude, quando foram arrastados por uma onda.

A operação de resgate demorou cerca de 40 minutos, sendo que às 18:00 os meios estavam a ser desmobilizados do local, concluiu.

No local estiveram elementos da Autoridade Marítima, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e dos Bombeiros de Aljezur.