As buscas dos cinco jovens desaparecidos este domingo na Praia do Meco vão ser na segunda-feira alargadas até ao Cabo Espichel, disse à Lusa o comandante do porto de Setúbal, Lopes da Costa.

A partir das 07:30 de segunda-feira, precisou o responsável, as buscas serão também alargadas em termos de milhas, passando de três para cinco milhas de distância da costa, abrangendo uma zona entre a Lagoa de Albufeira e a Praia dos Lagosteiros, já próxima do Cabo Espichel.

Com o cair da noite, as buscas com meios aéreos e marítimos foram interrompidas mas continuam por terra, mantendo-se no terreno equipas de patrulha que envolvem uma dezena de homens e veículos todo o terreno e todo o apoio logístico necessário.

Um grupo de sete jovens universitários foi apanhado por uma onda na Praia do Meco na madrugada deste domingo. Um dos jovens conseguiu salvar-se, e dar o alarme, outro foi retirado do mar já sem vida e continuam desaparecidos cinco outros jovens.

Segundo o que o sobrevivente contou às autoridades, o grupo estava sentado à beira-mar quando foi surpreendido por uma onda. Este jovem conseguiu sair do mar sozinho e ligou do seu telemóvel para o 112.

As autoridades demoraram algumas horas a contactar as famílias dos desaparecidos, porque não sabiam ao certo a identidade dos jovens.

Este domingo, a Praia do Meco encheu-se de curiosos que queriam ver as buscas. No local foi montada uma tenda com psicólogos a ajudarem os familiares dos jovens.