O INEM foi chamado à praia de Matosinhos, este sábado, depois de vários veraneantes terem pedido ajuda aos nadadores-salvadores, por causa de excesso de calor.

Mais de uma dezena de pessoas queixaram-se de má disposição na praia e nas esplanadas que pediram ajuda aos nadadores salvadores que se encontravam no local, contou à Lusa Teixeira Pereira, capitão do Porto do Douro e de Leixões,.

"Os nadadores-salvadores tiveram de estabilizar algumas das vítimas e optaram por chamar o INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica)", adiantou, acrescentando que a maioria das indisposições se relacionou com quebras de tensão.

O excesso de calor, quebras de tensão, desidratação ou falta de energia por falta de alimento foram as causas a justificar o número anormal de pedidos de ajuda num dia de verão naquela zona marítima.

Aquele capitão-de-mar-e-guerra alertou ainda para possíveis choques térmicos que possam acontecer aos veraneantes que queiram ir refrescar-se ao mar, porque a água está "fria", avisa.

Na página da Internet do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) lê-se que no distrito do Porto a temperatura máxima é de 34º centígrados (ºC) e a mínima são 18ºC.