A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) «desaconselha a prática de banho» nas praias da Torre e de Carcavelos, na linha do Estoril.

A APA afirma que têm estado a ser feitas análises a amostras das águas das duas praias, mas não foi ainda possível «comprovar inequivocamente a existência de uma relação entre os efeitos descritos [pelos banhistas] de ardor e comichão na pele e o parâmetro fitoplâncton».

Neste sentido, «até ser reposta a normalidade e ao abrigo do princípio da precaução, continua a ser desaconselhada a prática de banhos naquelas praias, especialmente por parte de crianças e pessoas com maior sensibilidade».

A agência afirma que recebeu «queixas dos banhistas após contacto com a água do mar» e que nesse sentido têm estado a ser feitas análises diariamente às águas pela APA e pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

No mesmo comunicado a APA recomenda, nas praias da região de Lisboa, «a consulta aos nadadores-salvadores, em particular para comunicação de eventuais novas ocorrências».

A praia de Carcavelos, no concelho de Cascais, está interditada desde quarta-feira à tarde, depois de vários banhistas terem apresentado «queixas de prurido» após saírem do mar. Também desde quarta-feira, a vizinha praia da Torre, no concelho de Oeiras, começou a ser monitorizada pelas autoridades marítimas.