A marginal da urbana da Póvoa de Varzim está encerrada ao trânsito desde as 16:00 depois de o mar galgar a linha de costa e causar danos em, pelo menos, três estabelecimentos comerciais da avenida dos Banhos.

Bombeiros, PSP, Policia Municipal e Autoridade Marítima, além dos elementos da Proteção Civil, estão no local, a prestar apoio e redireccionar o trânsito, até porque porque a maré terá o seu ponto mais alto às 18:30, podendo, novamente ,invadir a estrada e as zonas comerciais adjacentes.

Segundo confirmou à agência Lusa Patrícia Castro, do departamento de Proteção Civil da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, não há, de momento, feridos a registar.

«Não temos registo de feridos, nem de incidentes com gravidade. Desde a manhã que colocámos gradeamento nos locais de estacionamento para evitar a presença de carros no local. Cortámos a via porque existe muita areia e muitos detritos na estrada e as vagas podem novamente galgar a marginal», afirmou.

A responsável contabilizou «pelo menos três lojas que sofreram danos com a entrada de água e um bar da praia que também ficou danificado e com muita areia dentro».

Patrícia Castro lembrou que as vagas na Póvoa de Varzim chegaram a atingir os sete e nove metros, «algo que é muito raro na cidade».

O alerta vermelho vai manter-se até às 20:00 e a Proteção Civil apela a que «se evite os passeios na marginal da Póvoa de Varzim, mesmo para os mais curiosos que queiram tirar fotografias porque o perigo de novas vagas subsiste».