As barras de Póvoa de Varzim e de Vila do Conde estão condicionadas à navegação, indica a Marinha Portuguesa na sua página da internet.

De acordo com o site, todas as restantes barras da costa portuguesa, Açores e Madeira estão abertas a toda a navegação.

A barra de Vila do Conde está condicionada a embarcações até 12 metros de comprimento, enquanto a da Póvoa do Varzim está condicionada a embarcações com calado superior a dois metros.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) não colocou esta quarta-feira nenhum distrito sob aviso amarelo ou laranja, ao contrário do que se verificou nos últimos dias, altura em que Portugal continental esteve em alerta devido às chuvas fortes, acompanhadas de trovoada.

Para esta quarta-feira, o IPMA prevê na região norte, céu com períodos de muita nebulosidade, tornando-se pouco nublado a partir do final da tarde, com possibilidade de ocorrência de aguaceiros fracos durante a tarde. O vento será fraco (inferior a 15 km/h), soprando moderado (15 a 25 km/h), de nordeste nas terras altas e de noroeste durante a tarde, no litoral.

Já nas regiões centro e sul, o IPMA prevê céu com períodos de muita nebulosidade, apresentando-se geralmente muito nublado até ao início da manhã na região centro e no Alentejo e tornando-se pouco nublado a partir do final da tarde. São esperados aguaceiros durante a tarde, que poderão ser pontualmente fortes e acompanhados de trovoada.

Na região norte prevê-se uma pequena subida da temperatura máxima nas regiões do interior, enquanto nas regiões do centro e sul é esperada uma pequena descida da temperatura mínima.

Quanto às temperaturas, Beja, Coimbra, Braga, Viana do Castelo e Funchal serão as cidades mais quentes onde são esperados 25 graus celsius de máxima, enquanto em Faro, Sagres, Évora, Leiria e Porto prevêem-se 24, em Lisboa e Sines 23, e a cidade da Guarda será a mais fria apenas com 16.

Angra do Heroísmo e Santa Cruz devem chegar aos 21 graus celsius de máxima.