Portugal prepara-se para receber pelo menos 1500 refugiados e já há mais de uma dezena de municípios disponíveis para receber quem está a fugir da guerra nos países de origem. Os números foram avançados por Mónica Frechaut, do Conselho Português para os Refugiados (CPR), em entrevista na TVI24.
 
“A presidente do CPR desde o início do ano que tem feito contactos com municípios no sentido de perceber qual seria a sua disponibilidade para acolher refugiados e finalmente esses contactos estão a dar resultados. Já temos mais de 10 municípios que estão disponíveis para acolher refugiados.“
 
Entre os municípios disponíveis estão Oliveira do Hospital, Batalha, Lisboa, Santarém, Loures, Fundão, Santa Maria da Feira e Olhão.
 
Também há populares e empresas que têm contactado o CPR, para saber como ajudar. “Há quem diga que pode acolher pessoas, crianças. Há quem disponibilize parte da habitação, terrenos”, diz a responsável.
 
O número de 1500 pode assim subir, basta para isso haver “disponibilidade de mais municípios”. Por definir, estão as condições em que os refugiados vão ser recebidos. Por exemplo, “ainda não está definido se o alojamento será feito em centros de acolhimento”.