A PSP anunciou esta quarta-feira a detenção de um homem de 29 anos suspeito de ameaças e tentativa forçada de entrar no centro de acolhimento onde estavam os três filhos menores, antes encontrados sozinhos numa casa com a porta arrombada.

De acordo com a PSP, agentes da esquadra do Bom Pastor, no Porto, foram alertados para «desacatos» num centro de acolhimento próximo, onde os responsáveis acusaram o homem de «ameaças à integridade física» dos trabalhadores, «forçando a entrada no centro para dali retirar os seus três filhos menores».

As crianças foram para ali encaminhadas depois de, pelas 02:40 de terça-feira, terem sido encontradas pela PSP numa residência da rua da Constituição que tinha «a porta de entrada arrombada» e, no interior, «as três crianças sozinhas», acrescenta a PSP numa nota de imprensa enviada à agência Lusa.

Depois de tentar entrar no centro de acolhimento, o pai foi detido «por suspeita da prática dos crimes de ameaças e introdução em local vedado ao público», na terça-feira, pelas 11:30, na rua do Campo Lindo, no Porto, revela a PSP.

Quando as crianças foram encontradas, a PSP acionou para o local «meios de assistência médica» e «serviços de emergência social», que «devido ao facto de haver perigo eminente para a vida e/ou integridade física das crianças», as encaminharam «para um centro de acolhimento da segurança social».

«Os factos foram participados junto das autoridades judiciárias», acrescenta o comunicado.