No Porto, a livraria Lello regista uma média diária de 3500 visitas desde que começou a cobrar entradas.

A decisão de criar um bilhete foi tomada no mês passado e tem compensado o negócio da famosa livraria, uma vez que a venda dos livros duplicou.

Só com estes pagamentos adiantados, a livraria Lello consegue mais de dez mil euros de faturação diária.

O preço do acesso à livraria custa três euros e serve como um bilhete que pode ser descontado no valor de qualquer compra.

Além do valor da entrada, foi ainda criado um cartão chamado "amigos da livraria Lello" no valor de dez euros que pode ser dedutível em qualquer compra e garante o acesso imediato e ilimitado durante um ano. 

Na altura que se soube da cobrança, José Manuel Lello, um dos responsáveis da livraria, afirmou à TVI que os três euros não eram um bilhete, mas sim "um adiantamento dedutível na íntegra na compra de livros na livraria", o que irá ajudar a recuperar a livraria normal, uma vez que estava "a ser prejudicada por causa de ser considerada um ponto turístico".

Recorde-se que a livraria Lello é considera uma das livrarias mais bonitas e interessantes do mundo, sendo mesmo um dos locais mais visitados da cidade do Porto.