A PSP do Porto anunciou a detenção de 10 pessoas e a apreensão de oito armas de fogo em ações de fiscalização realizadas na Póvoa de Varzim, Trofa, Marco de Canavezes e Amarante.

As ações de fiscalização realizadas no âmbito da operação nacional Armex II - destinada a fiscalizar estabelecimentos de venda e reparação de armas, pirotecnias e locais de utilização de explosivos - resultaram na apreensão de oito armas de fogo de diversos calibres, 44 cartuchos de munições de calibre 12 mm, três quilogramas de pólvora e 20 metros de rastilho, adianta a PSP em comunicado.

Os seis indivíduos detentores das armas e explosivos apreendidos foram identificados «por violação das regras de segurança», tendo sido levantados dois autos de notícia pela «violação às obrigações especiais de atividade dos armeiros», outros tantos por «não declaração da existência de armas à PSP no prazo de 90 dias sobre a morte do anterior proprietário» e ainda mais dois «pela guarda de produtos explosivos fora do local apropriado de armazenagem de acordo com os normativos legais».

Durante a noite de sábado e a madrugada de hoje, a PSP do Porto procedeu ainda à detenção de 10 pessoas, três das quais por condução sob o efeito de álcool, uma por posse de arma proibida, outra por furto de carteira, outra por desobediência, três por tráfico de estupefacientes e ainda uma outra por mandado para cumprimento de pena efetiva de prisão.

No decorrer desta operação policial foram identificados 32 cidadãos no âmbito do combate ao consumo e tráfico de estupefacientes, assim como fiscalizados 124 condutores e respetivas viaturas.

Desta fiscalização resultou a instauração de autos-de-notícia por contraordenação (ANCO) relativas a seis infrações ao Código da Estrada e a apreensão de uma arma branca “dissimulada de isqueiro” e de 136 doses individuais de haxixe, para além de apreendidos três documentos de viaturas.