A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira a detenção de um homem, na zona do Grande Porto, suspeito de ter ateado fogo a uma residência em Matosinhos, no passado mês de abril.

Em comunicado, a PJ explicou que o suspeito terá agido por “vingança” dado manter um “contencioso” com o senhorio por não realizar obras na habitação.

O homem ateou fogo ao sofá com recurso a gasolina e um isqueiro, colocando-se em perigo de vida, apesar de ter sido “prontamente assistido”, disse.

E realçou: “gerou a destruição da residência, não obstante, a rápida intervenção dos bombeiros”.

O incêndio urbano aconteceu no passado dia 6 de abril, pelas 15:00, numa casa em Matosinhos, no distrito do Porto.

O detido, de 56 anos, vai ser presente às autoridades judiciais para aplicação das medidas de coação.