O Centro Hospitalar de São João, Porto, encerrou o ano de 2013 com um EBITDA (resultados operacionais reais antes de provisões, impostos e amortizações) positivo de 11,6 milhões de euros e um resultado líquido positivo de 0,1 milhões de euros.

De acordo com os resultados provisórios de 2013 do Centro Hospitalar de São João a que a Lusa teve acesso, as rubricas que tiveram maior impacto na redução da despesa foram as matérias (-1,6%), a despesa com horas extraordinárias (-23,4%), a despesa com prevenções (-25,1%) e a despesa com noites e suplementos (-40,1%). Registou-se também uma redução nos fornecimentos e serviços externos (-0,3%).

O único aumento significativo de custos ocorreu na rubrica relativa a subsídios de férias e de Natal e encargos sobre remunerações (24,1%).

No que diz respeito à atividade assistencial, verificou-se um aumento nas primeiras consultas (5,1%), estabilidade no número de doentes saídos do internamento e um aumento no total de cirurgias (2%) impulsionado pelo crescimento das cirurgias de ambulatório (7%).

Os mesmos dados revelam ainda que se verificou uma redução do tempo de espera para cirurgia (-26%), uma redução da taxa de cesarianas (-11%) e um aumento de sessões de hospital de dia (4%).