O Ministério Público deduziu acusação contra dois indivíduos por alegada prática de abuso sexual de um homem a quem terão obrigado previamente a fumar droga e a beber álcool, no Porto, anunciou esta quinta-feira a Procuradoria-geral Distrital do Porto.

Através da sua página na Internet, a Procuradoria refere que, de acordo com a acusação, o crime ocorreu no dia 16 de março de 2013, pelas 06:00, no interior de uma das casas de banho da estação do Marquês do Metro do Porto.

Os arguidos “lograram que o ofendido fumasse produto estupefaciente e ingerisse uma bebida alcoólica, assim conseguindo que deixasse de ter força no corpo e capacidade de perceber o que ocorria em seu redor”, acrescenta.

Refere ainda que, depois, aproveitando-se do seu estado, “desnudaram-no e praticaram nele atos sexuais”.

Cada um dos arguidos está acusado de um crime de abuso sexual de pessoa incapaz de resistência.