A Associação Nacional de Transportadores Rodoviários de Mercadorias (Antram) afirmou que as suas associadas não têm qualquer intervenção na greve dos estivadores no Porto de Lisboa, repudiando qualquer ato hostil contra os motoristas.

"A Antram não pode deixar de repudiar qualquer ato hostil, por parte dos piquetes de greve para com os seus associados ou para com os motoristas ao serviço destes, quando se desloquem aos terminais do Porto de Lisboa para carregar ou descarregar contentores, já que a atividade de transporte rodoviário de mercadorias em nada interfere com os direitos, fundamentos ou objetivos da greve dos estivadores", alertou hoje em comunicado a associação, reagindo às imagens transmitidas pela comunicação social, relativas a alegadas ameaças a motoristas de veículos de pesados junto às portarias do Porto de Lisboa.

Assim, a ANTRAM acrescenta que "não terá quaisquer dúvidas em apoiar os seus associados na responsabilização institucional ou pessoal por qualquer ato que ponha em causa, no presente ou no futuro, a integridade dos colaboradores ou dos equipamentos das empresas de transporte rodoviários de mercadorias durante o presente período de greve".