A GNR anunciou hoje que deteve um homem, com cerca de 40 anos, por ter incendiado a casa em Alegrete (Portalegre), onde residia a mulher de 50 anos e dois enteados, ausentes da habitação naquela ocasião.

Fonte do Comando Territorial de Portalegre da GNR explicou hoje à agência Lusa que o homem não residia «há já alguns dias» com a mulher e dois enteados, uma rapariga de 25 anos e um rapaz de 10 anos, na sequência de uma queixa apresentada por violência doméstica.

O incêndio aconteceu no sábado e segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre o fogo destruiu a casa parcialmente, deixando a família desalojada.

O homem, que segundo a GNR terá utilizado um isqueiro e peças inflamáveis para pegar fogo à casa, foi detido no próprio dia, na aldeia vizinha de Vale de Cavalos, não oferecendo resistência, mas a detenção só hoje foi divulgada pela guarda.

«O suspeito encontra-se em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Elvas», disse a fonte da GNR.

A mesma fonte acrescentou ainda que a família foi realojada em casa de familiares, em Portalegre.