Enquanto se aguarda o desenvolver do processo de eventual levantamento da imunidade dos filhos do embaixador, que assumiram publicamente ter agredido Rúben Cavaco, Saad Mohammed Ali mandou entregar um ramo de flores e um cartão a solidarizar-se com a dor dos pais do jovem.

Segundo uma pessoa próxima da família do embaixador iraquiano em Lisboa, que falou à Agência LUSA, o cartão pessoal disponibiliza toda a sua ajuda aos pais de Rúben, desejando a recuperação do jovem de 15 anos.

A fonte revelou que os pais de Rúben Cavaco acompanham em permanência a evolução do estado de saúde do filho, ainda internado no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Segundo a mesma fonte, a recuperação do jovem tem sido lenta, mas favorável.

Judicialmente, o Ministério Público solicitou ao Governo que requeira o pedido de levantamento da imunidade diplomática dos dois filhos do embaixador, para poder constituí-los arguidos.

Em comunicado, a Procuradoria-Geral da República fez saber haver indícios que podem levar à acusação de Haider e Ridha, os filhos do embaixador, de homicídio na forma tentada.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros encaminhou o pedido de levantamento da imunidade diplomática para o governo iraquiano, que não tem um prazo formal e definido para responder. O embaixador já foi chamado a Bagdade.