A GNR apreendeu duas armas de caça a um homem residente em Ponte de Barca como «medida cautelar» por este ser suspeito da prática de um crime de violência doméstica, disse hoje à Lusa fonte daquela força.

A apreensão das armas foi feita na residência do homem, de 46 anos, na freguesia de Lavradas, no âmbito de um processo de inquérito crime por violência doméstica, a cargo do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas da GNR, acrescentou a mesma fonte.

A operação envolveu mandados de busca domiciliária, emitidos pelo Tribunal Judicial de Ponte da Barca, e levou à apreensão de duas armas de caça de calibre de 12 milímetros, bem como 41 cartuchos.

O homem, segundo a GNR, é «suspeito da prática do crime de violência doméstica» e tinha licença de uso e porte de armas, além de carta de caçador.

Por esse motivo, explicou ainda a fonte, a apreensão destas armas resultou como «medida cautelar», enquanto decorre a investigação criminal.