A Polícia Judiciária (PJ) deteve, no concelho de Ponta Delgada, Açores, dois homens pela presumível prática de um crime de tráfico de estupefacientes e apreendeu cerca de 15 quilogramas de pólen de haxixe, foi anunciado esta quarta-feira.

Em comunicado, o Departamento de Investigação Criminal de Ponta Delgada da PJ informa que os arguidos têm 30 e 38 anos, o primeiro empregado de balcão e o outro “porteiro em bares e com antecedentes criminais”.

Segundo a PJ, as detenções ocorreram em flagrante delito, tendo sido apreendido pólen de haxixe suficiente para cerca de 30.700 doses individuais, dinheiro e uma viatura de gama alta, além de outros artigos.

Presentes a primeiro interrogatório judicial, aos arguidos foi determinada a medida de coação de prisão preventiva, lê-se no comunicado.

Fonte da PJ informou à Lusa que “um dos arguidos é natural e residente nos Açores, e outro da zona Lisboa”, tendo ambos sido detidos “a semana passada quando se preparavam para fazer a transação do produto estupefaciente”.