«A classificação obtida nos exames nacionais (avaliação externa) servirá para a conclusão do ensino secundário, razão para a qual os exames foram concebidos, como referiu recentemente o atual presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE).»


«Como tal, não deve cingir-se a um ato isolado, nem descontextualizado do ambiente em que teve lugar a aprendizagem, como acontece com os exames nacionais, os quais devem constituir apenas uma parte da avaliação dos alunos.»




«Não são, por isso, aceitáveis as acusações de 'facilitismo', nem falsos moralismos, por sinal bastante exacerbados nos últimos dias, de que aceitar a proposta apresentada pelo CCISP consiste em baixar a qualidade dos candidatos ao ensino superior e a exigência do próprio ensino superior.»