Os polícias de serviço em todas as esquadras da PSP do país fizeram um minuto de silêncio às 11:45 desta quinta-feira em honra dos dois agentes que morreram na quarta-feira de manhã quando perseguiam dois suspeitos de assalto.

O minuto de silêncio foi feito às 11:45, hora aproximada da morte dos agentes, por ordem do diretor nacional da PSP, superintendente Luís Peça Farinha.

«Honrando o agente Rainho e o agente Santos, da esquadra de São João da Talha, que ontem sucumbiram quando perseguiam suspeitos de furtos em residência, far-se-á hoje às 11:45 um minuto de silêncio em honra destes dois heróis», refere o despacho do diretor nacional enviado para todas as esquadras.

Os dois polícias, que estavam colocados na esquadra de São João da Talha, no concelho de Loures, foram colhidos na quarta-feira de manhã por um comboio entre a Bobadela e Sacavém, durante uma perseguição policial a dois homens suspeitos de terem assaltado uma residência, entretanto detidos, recorda a Lusa.