A Polícia Judiciária portuguesa esteve envolvida numa mega operação em Espanha na qual foram detidas 69 pessoas e apreendidas várias toneladas de cocaína e milhares de euros em dinheiro, anunciaram as autoridades espanholas.

De acordo com uma comunicado da Polícia Nacional espanhola citado pela Lusa, os 69 detidos em território espanhol faziam parte de uma rede internacional de narcotraficantes sediada em Espanha e com ramificações a vários países, entre eles Portugal.

A operação foi levada a cabo pela Polícia Nacional de Espanha em conjunto com a Amada e a agência tributária espanholas e as congéneres de Portugal (Polícia Judiciária), da Sérvia, Croácia, Montenegro, Austrália, Reino Unido e Alemanha após dois anos de investigação.

Entre os detidos está o líder da rede que vivia “luxuosamente” num apartamento em Madrid, Espanha, no qual foram encontrados 773.000 euros em dinheiro.

O diretor-geral da polícia espanhola, Ignacio Cosidó, disse que vão ser dadas mais informações sobre a investigação durante a manhã desta terça-feira em conferência de imprensa em que estarão presentes responsáveis da operação da polícia nacional espanhola, da Croácia, Montenegro, do Reino Unido e de Portugal.