O antigo diretor da PSP exonerado na sequencia da manifestação das policias no Parlamento vai ser oficial de ligação em Paris. Paulo Gomes vai ganhar o triplo do que ganhava, mais de 12 mil euros por mês.

A notícia é avançada, este sábado, pelo «Diário de Notícias», que diz ainda que este posto terá sido criado especialmente para Paulo Gomes, que apresentou a demissão há menos de um mês.

Com esta nomeação do ministro Miguel Macedo, Paulo Gomes irá ganhar o triplo que auferia como diretor da PSP.