A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem na Maia por alegadamente ameaçar a ex-companheira com arma de fogo após ela insistir na devolução de bens de que o suspeito se teria apropriado ilegitimamente, anunciou hoje aquela autoridade.

Em comunicado, a PJ refere que o suspeito se terá envolvido numa relação afetiva com a queixosa, “tendo-se aproveitado de tal facto para se apropriar, ilegitimamente, de bens desta, que se recusava devolver”.

“Face às insistências da queixosa, e já após o fim da relação, tê-la-á ameaçado com recurso a arma de fogo, continuando a manter a posse dos referidos objetos de valor”, acrescenta.

No âmbito da investigação, a Diretoria do Norte da PJ apreendeu ao suspeito cinco caçadeiras, 43 cartuchos e uma faca borboleta.

O detido, de 46 anos e sem ocupação laboral, está indiciado por crimes de coação grave com arma de fogo e abuso de confiança.

O juiz de instrução criminal aplicou-lhe, como medida de coação, apresentações periódicas às autoridades policiais da sua área de residência.