O ministro da Administração Interna anunciou, esta quarta-feira, que as polícias municipais de Lisboa e Porto vão ser reforçadas com elementos da PSP até ao final de 2015.

A direção nacional da PSP vai fazer «de forma escalonada a transferência» de elementos policiais para as polícias municipais de Lisboa e Porto, que vão ser colocados em comissão de serviço, explicou esta quarta-feira, na Assembleia da República, Miguel Macedo. Isto depois de estas câmaras municipais terem reportado a necessidade de terem mais elementos nas polícias municipais. A tutela acolheu essa preocupação.

Assim, e no âmbito do novo curso para agentes da PSP, que vai realizar-se no próximo ano, os elementos a transferir para as polícias municipais vão frequentar esta formação, afirmou, acrescentando que, no próximo ano, vão entrar cerca de 300 novos elementos para a PSP.

Fonte do Ministério da Administração Interna disse à Lusa que vão ser colocados na Polícia Municipal de Lisboa 90 elementos da PSP e no Porto 45. Miguel Macedo disse também aos deputados que vão entrar para a GNR 400 novos elementos no próximo ano.

Perante as críticas dos deputados da oposição sobre a redução do número de efetivos nas forças de segurança nos últimos anos, o ministro afirmou que se registou um aumento dos elementos da PSP e da GNR ao serviço de 2013 para 2014.

No parlamento, Miguel Macedo disse ainda que três instalações ocupadas pela GNR em Lisboa vão passar para quartel da Pontinha e que o Corpo de Intervenção da PSP, atualmente na Ajuda em Lisboa, vai ficar instalado em Belas.

O ministro afirmou que está a ser encontrada uma solução para as “más condições” das instalações da Unidade Especial de Policia da PSP do Porto.