Uma equipa da Polícia Marítima portuguesa em missão nas ilhas do Leste da Grécia intercetou, na madrugada de sábado, 19 imigrantes, no âmbito de uma operação da agência europeia FRONTEX, indica um comunicado da Marinha.

Entre os imigrantes, que se faziam deslocar numa embarcação de 12 metros, dois são suspeitos de pertencerem a uma rede de imigração ilegal, de acordo com a nota publicada no portal da Marinha. A nacionalidade dos envolvidos está ainda a ser apurada. Contudo, de acordo com a Marinha, tudo indica que serão, na maioria, sírios.

Atualmente estão envolvidos no âmbito da Autoridade Marítima Nacional, no controlo da fronteira externa da União Europeia (UE), nas ilhas do Leste da Grécia, sete elementos da Polícia Marítima portuguesa, apoiados por uma embarcação de dez metros preparada para este tipo de missões de combate à imigração irregular.

A Autoridade Marítima é apoiada em recursos humanos e materiais pela Marinha.