A Polícia Judiciária (PJ) de Setúbal anunciou esta quinta-feira a detenção de três homens por suspeita de uso fraudulento de cartões bancários contrafeitos, com os suspeitos a apoderarem-se de cerca de 20 mil euros.

A PJ, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, efetuou a operação "Relâmpago" no âmbito de um processo iniciado há cerca de uma semana e deteve os homens, com idades entre os 37 e os 41 anos, por suspeita de crimes de burla informática e contrafação de títulos equiparados a moeda.

"Os detidos preparavam-se para colocar um dispositivo numa caixa multibanco (ATM) que lhes permitiria copiar os dados de cartões bancários para, seguidamente, com recurso a cartões contrafeitos, se apropriarem de elevadas quantias, como já anteriormente haviam feito, tendo logrado locupletar-se com mais de 20 mil euros", refere a polícia em comunicado.


Foi já sinalizado o uso fraudulento de 116 cartões de crédito e débito, nacionais e estrangeiros.

"Entre outros objetos relacionados com a atividade criminosa, foram apreendidas duas viaturas, aproximadamente duas centenas de cartões contrafeitos e os dispositivos para a sua clonagem e cópia de dados", acrescenta a PJ.


Os detidos foram presentes às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório judicial, tendo ficado em prisão preventiva.