A Polícia Judiciária (PJ) desenterrou um cadáver no quintal de uma moradia de Chaves onde na quarta-feira uma cadela encontrou uma parte do corpo, disse à agência Lusa fonte policial.

O alerta foi dado à polícia de Chaves pelo proprietário da habitação durante a manhã de quarta-feira, depois da sua cadela ter desenterrado um pé no quintal da sua casa.

A investigação passou para a alçada da PJ que, entretanto, solicitou apoio aos bombeiros e ao Regimento de Infantaria 19 (RI19), de Chaves, que forneceram iluminação e montaram uma tenda para cobrir a área e proceder à realização de buscas no sentido de encontrar o resto do corpo.

Segundo a fonte, durante a noite, os investigadores desenterraram o cadáver de uma mulher, que foi transportado para o instituto de medicina legal de Chaves.

José dos Anjos, o proprietário da casa, disse aos jornalistas que regressou há pouco tempo a Chaves depois de cerca de um ano em Espanha, onde também tem casa, e que foi durante um passeio com a sua cadela pelo quintal que o animal encontrou um pé.

“Chamei logo a polícia”, salientou.

O homem referiu que foi posteriormente questionado pelos investigadores da PJ e hoje já pode regressar a casa.

José dos Anjos contou ainda que a sua propriedade foi assaltada há cerca de um mês, altura em que também chegaram o fogo a uma banheira e que provocou estragos na casa.